Benny Machado, jovem do povo Tukano, volta  para a avó criadora do mundo pela viagem da transformação

Querida Miquelina,

Tem anos que não te vejo, tem anos que só me encontrava  com o  Benissom, ou Benny, como ele me disse um dia que gostava de ser chamado, pelo  Facebook. Foi com imensa tristeza vi, na tarde deste sábado, por uma mensagem sua, que o Benny “voltou para a avó criadora do mundo pela viagem da transformação“, conforme disse um dos amigos dele em mensagem de condolências.

Impossível, amiga, imaginar o tamanho da sua dor nesse momento de despedida do seu filho querido. Daqui do meu Goiás, só o que posso fazer é te mandar o meu abraço solidário, extensivo ao seu Bené,  a toda a sua família e ao seu povo Yepá-Mahsa, “gente Tukano da transformação”, de que ele tanto se orgulhava. São muitas pessoas tristes, porque seu filho foi um ser de luz,  que só espalhou amor e paz por este mundo.

“Alguém viu aonde deixei meus amigos????!!! Ah lembrei!!! Dentro do meu coração e olha que ainda tem mais espaço para novos amigos!” Um dia seu filho escreveu isso, Miquelina, e é assim que me lembro dele: um amigo alegre, feliz,  esperançoso e combativo, sempre engajado, sempre lutando para fortalecer o Movimento dos Estudantes Indígenas do Amazonas, a Coiab ou o Centro de Medicina Bahserikowi, sua outra grande paixão.

Devo muito ao Benny, amiga. Nos tempos em que convivi e trabalhei com vocês na Coiab, ele foi  o “professor” mais paciente que tive, sempre disposto a me ensinar sobre o artesanato, a culinária e a medicina indígenas, sempre pronto para me mostrar onde comprar meus cestos ou provar um bom peixe moqueado.  Seja nas tardes quentes de Manaus, seja nas longas e cansativas viagens pelo Amazonas, comigo Benny era só leveza e gentileza, sempre.

Nessa véspera de uma das manhãs mais difíceis de sua vida, quando, neste 18 de abril, você devolverá seu filho Cristo Benissom Barreto Machado à terra, para que ele possa “voltar para a avó criadora do mundo pelo caminho da transformação”, a você e aos seus, desejo força e fé.  Como você mesma diz, “que o Senhor o receba na sua Glória Divina.” Paz e Bem!

P.S. Das tantas lindas homenagens que seu filho está recebendo, coloco aqui algumas, para que fiquem registradas no coração e na alma das pessoas que o amam e que sentirão eternas saudades dele.

"Benny Machado, jovem do povo Tukano, volta para a avó criadora do mundo"
NOTA DE PESAR – BENISSON MACHADO
A Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB) informa e lamenta profundamente o falecimento de Benisson Machado. Benisson faleceu na manhã deste sábado (17), em Manaus, em razão de insuficiência renal.
Benisson Machado, do povo Tukano, filho de dona Miquelina Machado, ex secretária geral da COIAB, integrou o Movimento dos Estudantes Indígenas do Amazonas (MEIAM), atuou como técnico de projetos da COIAB e atualmente era colaborador do Bahserikowi Indígena – Centro de Medicina Indígena, entre outros espaços de luta do movimento indígena a nível nacional em que sempre esteve presente e atuante. Benisson era também acadêmico do curso de pedagogia da Universidade Estadual do Amazonas (UEA).
Lembraremos sempre de seu bom humor e da sua generosidade em compartilhar histórias e experiências de vida.
Neste momento de dor e sofrimento, enviamos nossos mais sinceros sentimentos a sua mãe Miquelina Machado, ao seu pai Bené Machado, a sua irmã Michele Tukano, e a todos os seus familiares, bem como ao povo Tukano.
Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB)
"Benny Machado, jovem do povo Tukano, volta para a avó criadora do mundo"
NOTA DE PESAR – CRISTO BENISSON MACHADO
É com extremo pesar que informamos o falecimento do nosso parente Cristo Benisson Machado, do povo Tukano, na manhã de hoje (17/04/2021), em Manaus (AM), por motivo de insuficiência renal aguda.
Natural de São Gabriel da Caichoeira – AM, Benisson atuou no (Instituto de Articulação de Juventude da Amazônia – IAJA) no ano de 2015, no departamento administrativo e integrou no ano de 2020/02 o comitê gestor da instituição.
Fez parte da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB), ocupando o cargo de técnico de projetos e atualmente era colaborador no Bahserikowi indigena – Centro de Medicina Indígena (Cimi), também foi membro do Movimento dos Estudantes Indígenas do Amazonas (MEIAM).
Acadêmico de Pedagogia pela Universidade Estadual do Amazonas (UEA) ocupou desde muito jovem posições de destaque no movimento indígena.
Atuando sempre na linha de frente das ações do movimento, Benissom estava engajado nas lutas pelos direitos dos povos indígenas e era um incansável batalhador pela melhoria de vida dos nossos parentes amazônidas.
Em nossa memória o seu eterno sorriso contagiante, sua humildade, generosidade, sua força e sua luta.
O IAJA solidariza-se à família e amigos nesse momento triste da perda do nosso querido companheiro Tukano, Benisson Machado.
Instituto de Articulação de Juventude da Amazônia (IAJA)
"Benny Machado, jovem do povo Tukano, volta para a avó criadora do mundo"
NOTA DE PESAR – REDE DE MULHERES INDÍGENAS DO ESTADO DO AMAZONAS
A Rede de Mulheres Indígenas do Estado do Amazonas Makira Ëta, se solitariza com a família de Benissom Machado, pelo seu falecimento ocorrido hoje na manhã desde Sábado, 17 de Abril/2021.
Neste momento de profunda dor e pesar, manifestamos respeitosamente aos familiares e amigos as mais sinceras condolências pela partida precoce.
O Tukano Benissom voou deixando muitas lições, vamos lembrar de sua alegria, amizade e humanidade.
Sua falta já esta sendo sentida por todos nós.
Rede de Mulheres Indígenas do Estado do Amazonas Makira Ëta


Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!

Caminhando na Floresta


 E-Book Caminhando na Floresta

Um livro imperdível sobre a experiência do autor na convivência com os seringueiros do Vale do Acre nos tempos de Chico Mendes.

COMPRE AQUI

Caminhando na Floresta