Pesquisar
Close this search box.

Os seres não nascem prontos

Os seres não nascem prontos

Tata rovere oñembopere mitã mandu’ápe. Tata rendague oho chendive. Oje’ove’ÿva tata rovasa, ohapy vaekue che ñe’ë. A fagulha do fogo deixou seus vestígios na memória da criança.
E a marca do fogo seguiu-me pela vida.
O que não se apaga, benção do fogo, queimou então minha palavra.
(Susy Delgado – Tataypýpe)

A Amazônia não é o pulmão do mundo.
É o jardim do mundo.
Um dia levaram perfumes, temperos e seivas.
Em outro levaram as sementes.
Dia desses levaram brilhantes.
Depois, ou antes animais e aves coloridos.
Não satisfeitos, agora levam as árvores inteiras,
só desgalham para aparecer verde só o selo.
Só não levam os jardineiros, que sem temperos,
sem árvores e sem ouro,
empatam nas periferias das cidades e da floresta,
insistindo e replantando as flores.
(Jones Dari Göettert – Lugares, Jeitos e Sujeitos)

A todas e todos
que se erguem contra a opressão de um Estado
injusto e decadente.
Aos povos ancestrais que insistem,
semeando liberdades nas primaveras do
mundo.
Às gentes rio que sonham e lutam.
Aos que abrem às nossas tragédias os caminhos
da aurora.

Ofereço.

Para ti
Contam os antigos
os que inventaram o tempo
que os seres não nascem prontos
vão se forjando pouco a pouco
e também muito a muito
Menos os pajés – sopros de Nhanderu Ru
Não nasci pronto
Vento de lírio névoa
nasci como nascem as gentes comuns
que nomadizam nos descaminhos do tempo
sem deixar rastros de suas passagens
O vento o sabe
as faíscas que crepitam da fogueira o sabem
os líquidos cristais descidos o sabem
o segredo no canto do pássaro
cada folha e fruto
cada espinho e cada pedra de meu caminho o
sabem
Percorri universos para encontrar em ti
a melhor parte de mim
e porque teus olhos brilham
reaqueço a chama ancestral
o sopro primeiro
Sem tua língua de águas
sou barranco que desbarranca
balseiro descendo o rio.
Linda

Daniel Iberê Guarani M’byá é indígena, filósofo, esposo e pai. Professor na empresa Universidade Federal do Acre – Ufac e UNIMETA Centro Universitário, É Doutor em Antropologia Social pela UnB – Universidade de Brasília. É um colaborador da ALABEG/RIDE – Academia de Letras e Artes do Nordeste Goiano/Rede Integrada de Desenvolvimento do Entorno-DF e da xapuri.info.

Salve! Este site é mantido com a venda de nossos produtos. É, também, com um percentual dessas vendas, que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, do povo Krenak, em Minas Gerais, do Museu Kalunga Iaiá Procópia, em Goiás e do povo Xavante, no Mato Grosso. Ao comprar em nossa Loja Xapuri, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Contamos com você! WhatsApp: 61 9 99611193.

0 0 votos
Avaliação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários