Pesquisar
Close this search box.

Parece coruja, mas não é, é o Bacurau

No folclore caboclo, reza a lenda que para participar de uma festa no céu o Bacurau emprestou penas de diversos pássaros. Porém, no dia seguinte, não as devolveu e foi castigado por São Pedro, tornando-se uma ave de hábitos noturnos que solta o grito “amanhã eu vou” referindo-se à devolução das penas. Por diretodareserva O […]