Pesquisar
Close this search box.

Mulheres indígenas no front

Mulheres indígenas no front “Mulheres geram vida e, preocupadas com as futuras gerações, vêm assumindo o protagonismo na defesa dos territórios, na busca pela garantia dos direitos dos povos originários e em prover às futuras gerações. Mulheres querem ter sua voz ouvida.” (Inimá Krenak – Gestora de projetos do Fundo Casa Socioambiental) Por Flávia Perez […]

Querem arrancar nosso coração

Querem arrancar nosso coração Pariwat, o nome que nós, Munduruku, usamos para chamar o homem branco, também significa inimigo. Por Alessandra Korap e Juarez Saw Munduruku/Uma gota no oceano Não queríamos que fosse assim. Os livros de História registram que o primeiro contato entre nós aconteceu em 1742. O encontro não foi amistoso e, desde […]

“Terra Rasgada: como avança o garimpo na Amazônia brasileira”

“Terra Rasgada: como avança o garimpo na Amazônia brasileira”: Dossiê inédito explica avanço do garimpo na Amazônia A área devastada por atividade nas Terras Indígenas na Amazônia cresceu 495%, entre 2010 e 2020, aponta publicação, que traz lista mecanismos de funcionamento de invasões e propostas de solução. A Aliança em Defesa dos Territórios, articulação política […]

Civilização desaparece? Não!

Civilização desaparece? Não! Nesta semana o blog Crônicas Indigenistas estreou mais um espaço de comunicação, desta vez com uma página no Facebook, onde podemos ampliar ainda mais as informações sobre os povos indígenas e temas afins Por Jairo Lima E algo que me chamou a atenção foi uma mensagem postada por uma seguidora da página:  […]

Arqueólogo Raoni Valle sofre atentado na Amazônia

Raoni Valle
Raoni Valle

ARQUEÓLOGO RAONI VALLE, COLABORADOR NA RESISTÊNCIA DOS POVOS INDÍGENAS NO BRASIL, SOFRE ATENTADO NA AMAZÔNIA   Por: Zezé Weiss “Em cima do medo… Coragem!” – Xicão Xukuru     Raoni Bernardo Maranhão Valle, 41 anos, doutor em Arqueologia, mestre em História com área de concentração em Pré-História, pesquisador no Seridó Potiguar e Paraibano e no Semiárido Pernambucano no início da carreira, na segunda metade dos anos 90, podia ter seguido investigando os registros rupestres do Nordeste. […]

Força Nacional recebe povo Munduruku com bombas…

Na última sexta-feira, 13 de outubro, A Força Nacional recebeu cerca de 80 indígenas do povo Munduruku com bombas de efeito moral  no canteiro da  Usina Hidrelétrica São Manoel, na divisa dos estados do Mato Grosso com o Pará. Depois de sete dias de viagem pelo rio Teles Pires, os indígenas desembarcaram no canteiro da […]

Meu caminhar indigenista como defensor público na Amazônia

Meu caminhar indigenista como defensor público na Amazônia brasileira – Impossível não se emocionar com este relato de Johny Fernandes Giffoni sobre a experiência de seu caminhar indigenista” como defensor público na Amazônia brasileira.  Que este texto brilhante, trazido à Xapuri por nosso parceiro, escritor e indigenista acreano Jairo Lima, nos sirva de fomento para […]

O mundo não acabou. Ou talvez sim. Quem garante, não é mesmo?

O mundo não acabou. Ou talvez sim. Quem garante, não é mesmo? A última quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017 foi a data em que se previu o primeiro fim do mundo deste ano, muito provavelmente não o último, visto a recorrência com que esses eventos são informados através da mídia. Aliás, são tantos os […]

Sou moderno… Sou Ashaninka… Sou Puri… Sou Krenak… Sou Índio!

Sou moderno… Sou Ashaninka… Sou Tukano… Sou Puri… Sou Manchineri… Sou Munduruku… Sou Guajajara… Sou Tupinambá… Sou Krenak… Sou Índio!  Voltada já alguns meses ao tratamento de minha saúde, que andou me avisando que precisava de cuidados, deu saudade de escrever. E escrever para mim é como uma reza forte. É como deixar escorrer pelas […]

×