Pesquisar
Close this search box.
sintego

Bia: Conquista do Sintego, conquista da educação

Bia: Conquista do Sintego, conquista da educação

Não é de hoje que Bia de Lima, cidadã goiana, nascida em Jataí, filha de agricultores, educadora, formada na Universidade Federal de Goiás (UFG), milita em defesa de causas sociais e da Educação. Com seus olhos negros, vozeirão de radialista, e uma capacidade ímpar de insistir na esperança, Bia de Lima vem de duas grandes conquistas nos últimos meses. Em maio, coordenou uma greve contra o governo de Goiás que, pela primeira vez em 16 anos, conquistou ganhos concretos para a Educação. Em junho, depois de uma disputa acirrada, foi reeleita presidenta do Sintego, com 70% dos votos válidos. Passado o justo descanso das férias de julho, a Xapuri entrevistou Bia de Lima, essa guerreira da Educação, para conhecer um pouco mais de sua trajetória e de seus sonhos para os tempos futuros.

X – De onde surge a bem-sucedida militante e sindicalista Bia de Lima?

Bia –  Sou fruto das lutas dos movimentos sociais em defesa dos trabalhadores e da Educação. Comecei, junto com um grupo de jovens, na luta no meio estudantil, enfrentando o governo federal em sua tentativa de fechar o Campus da UFG em Jataí, onde estudávamos. O Campus não foi extinto.

X – Militou sempre na área da Educação?

Bia – Sim, mas também tenho em minha história o orgulho de ter sido vereadora em Jataí por dois mandatos representando o Partido dos Trabalhadores, sempre na defesa da classe trabalhadora, seja no partido ou no sindicato.

X – Daí pra frente, ficou em Goiânia?

Bia – Não. Em 1991, voltei pra Jataí, cheia de ideias inovadoras e sonhos revolucionários.  Em 1992, ajudei a refundar o PT no município, junto com um grupo de mulheres recém-saídas da Universidade, dentre elas Soraia Rodrigues Chaves, nossa candidata a prefeita que, contra toda a máquina e compra de votos do coronelismo – levaram até o time do Flamengo para fazer campanha contra nós. Quase ganhamos a eleição, foi por pouco. Demos um susto nas oligarquias locais.

X – E a militância no Sintego, como começou?

Bia – Em Jataí. Quando passei no concurso, logo me filiei ao Sintego e tempos depois fui eleita presidenta da regional de Jataí. Comecei na base, depois fui vice-presidenta da regional do Sintego em Jataí. Em 2005 voltei pra Goiânia. Fui tesoureira três vezes, cheguei à Presidência e agora em junho, no dia 3, fui reeleita com 70% dos votos válidos da minha Categoria.

X – Como se sente a presidenta reeleita do Sintego?sint2

Bia – Me sinto muito agradecida à minha Categoria e muito orgulhosa com os resultados do nosso trabalho coletivo em defesa dos profissionais da Educação em Goiás. Me sinto extremamente responsável pelos 11.233 dos 16 mil votos válidos, e me sinto também responsável por todos os 40 mil filiados do Sintego, espalhados por mais de 60% dos municípios do nosso estado que são filiados ao Sintego.

X – A que atribui uma vitória tão clara e tão retumbante?

Bia – Ao trabalho bem feito de toda a equipe do Sintego, em todas as 36 regionais, localizadas em todas as regiões do nosso Estado. Nosso sistema de gestão descentralizado e democrático permite ao Sintego um atendimento rápido e eficiente de seus filiados e filiadas, onde quer que estejam. Também contribuiu nossa capacidade de enfrentamento e negociação com o governo do Estado, e nossa presença nas lutas coletivas contra as reformas do governo golpista de Michel Temer, que ameaçam os direitos dos trabalhadores em Goiás e em todo o território brasileiro.

X – Em Goiás, como caminham as coisas?

Bia – Aqui em Goiás, depois de um árduo e longo processo de negociação, em maio a Rede Estadual de Educação encerrou uma greve de 41 dias com grandes conquistas para a nossa Categoria. A greve trouxe vitórias pelas quais nossa Categoria lutava há 16 anos, como os 21% para os administrativos, que há três anos estavam sem nada; os 34% de reajuste para os contratos temporários; a progressão para 444 Professores; o Concurso Público para 900 professores PIII e 100 administradores; a Gratificação por Dedicação em Período Integral (GDPI) para coordenadores, professores e diretores de escolas em período integral; 20% de aumento de recursos para a merenda escolar; 58% de aumento para o Pró-Escola (programa de custeios de reformas e reparos emergenciais das unidades de ensino; e, Auxílio-Alimentação de R$ 500,00 para todos os profissionais da ativa, uma conquista adicional.

X Quais são, então, os grandes desafios do Sintego para os tempos vindouros?

Bia – Nossa luta segue organizada em três frentes: 1) Internamente, nossa principal tarefa agora é fortalecer a democracia interna, aprimorar nosso modelo descentralizado de gestão e melhorar, cada vez mais, o atendimento aos nossos filiados e filiadas; 2) Em Goiás, nós vamos continuar lutando conta a privatização da Educação por meio da contratação das Organizações Sociais (OS). Essa é uma luta que vem desde 2014 contra o governo goiano, que insiste em implantar um projeto privatizador, ineficiente e contra os interesses da Educação; e, 3) Com relação à conjuntura nacional, o Sintego continuará organizando caravanas para Brasília, organizando manifestações e protestos por todo o estado de Goiás, continuará lutando contra as reformas golpistas do golpista Michel Temer, que a cada dia retira mais direitos, em acintosa afronta aos trabalhadores, especialmente a Reforma da Previdência.

X – Uma palavra final?

Bia – O Sintego só é forte porque conta com uma categoria forte em sua base. O êxito da Categoria é o êxito do Sintego e vice-versa. Da mesma forma, o êxito do Sintego é o êxito da Educação em Goiás e no Brasil. Sigamos firmes, fortes, e em luta!


Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!

PHOTO 2021 02 03 15 06 15

E-Book A Verdade Vencerá – Luiz Inácio Lula da Silva

Em entrevista aos jornalistas Juca Kfouri e Maria Inês Nassif, Lula expressa sua indignação com o massacre sofrido ante a farsa da Lava Jato. Imperdível!
COMPRE AQUI

Capa Lula a verdade 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Parcerias

Ads2_parceiros_CNTE
Ads2_parceiros_Bancários
Ads2_parceiros_Sertão_Cerratense
Ads2_parceiros_Brasil_Popular
Ads2_parceiros_Entorno_Sul
Ads2_parceiros_Sinpro
Ads2_parceiros_Fenae
Ads2_parceiros_Inst.Altair
Ads2_parceiros_Fetec
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow

REVISTA

REVISTA 115
REVISTA 114
REVISTA 113
REVISTA 112
REVISTA 111
REVISTA 110
REVISTA 109
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow

CONTATO

logo xapuri

posts recentes