Rosilene Corrêa é anunciada pré-candidata do PT/DF ao GDF

Rosilene Corrêa é anunciada pré-candidata do PT/DF ao GDF. Partido comunica escolha por voto majoritário do Diretório Regional. 
 
Ninguém vai segurar o renascer da Esperança! Fico muito honrada com apoio de todos e todas nesse momento tão importante da história do DF e do Brasil. 2022 é o ano de que vamos nos orgulhar pro resto de nossas vidas pela luta e pelo trabalho feito. É Lula no Brasil e Rosilene Corrêa no DF. Hoje foi o dia em que o Diretório Regional do PT/DF indicou o meu nome como pré-candidata ao GDF pelo PT e convocou o Encontro Regional para o dia 10 de abril.” (Discurso de Rosilene no Encontro Regional). 
Com 39 votos a favor, zero votos contra e nove abstenções, o Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores no Distrito Federal indicou, neste 26 de março, o nome de Rosilene Corrêa como pré-candidata do PT ao Governo do Distrito Federal. Rosilene é pedagoga, professora aposentada da rede pública de ensino do DF e dirigente sindical  do Sinpro/DF e da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE). 
Em nota, o PT/DF informa que a confirmação de  Rosilene Corrêa como candidata oficial do Partido ao GDF, a ser referendada pelo  Encontro Regional do PT, marcado 10/04, passa também pela definição tática do PT Nacional, tendo em vista a prioridade do Partido, voltada para a formação de uma ampla frente de alianças para fortalecer a eventual campanha  de Lula à presidência da República. 

Confira a nota do PT/DF na íntegra: 

O Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores do Distrito Federal reunido no dia 26 de março de 2022, após debater a situação eleitoral no Distrito Federal, RESOLVE:

Orgulhosamente compomos o mais importante Partido de esquerda do Brasil, com uma longa tradição democrática e fortes compromissos com a transformação de nosso país.

Temos reiterado nosso compromisso com as orientações nacionais do Partido no que diz respeito às eleições de 2022, cuja centralidade é a eleição do companheiro Lula, colocando fim ao governo do desastre e do ultraneoliberalismo, obscurantista e autoritário.

Aguardamos os encaminhamentos que serão propostos pela Direção Nacional, o que não nos exime de tomar medidas e refletir sobre a organização do nosso Partido no DF, visando a resgatar seu papel na sociedade e suas responsabilidade com a Federação e com partidos aliados.

Neste sentido, em face da discussão que se dá sobre o nome do PT para o Governo do Distrito Federal, entendemos ser chegada a hora do Diretório Regional, proceder à indicação de um nome para oferecer, como alternativa, à discussão que Federação e os Partidos aliados tem feito sobre as eleições de 2022.

Esta decisão não conflita com as orientações nacionais na medida em que a subordinamos à estratégia nacional, reconhecendo que cabe à Direção Nacional considerando o Encontro Regional do DF, encaminhar, em caráter terminativo, a melhor tática que favoreça a eleição do companheiro Lula.

Por estas razões reivindicamos à Direção Nacional que tome conhecimento da posição predominante no Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores no DF.

É importante destacar que as instâncias do partido vem debatendo a tática eleitoral e decidindo consensualmente, desde marco de 2021, os procedimentos e os passos para construir uma grande unidade interna. Da mesma forma, as forças internas do partido, por meio de diversas reuniões vêm discutindo propostas para uma posição unitária.

No entanto, diante da posição assumida publicamente, através de nota à imprensa que contraria o encaminhamento consensuado na reunião do dia 11 de março de 2022, o Diretório Regional se posiciona pela indicação da companheira Rosilene Corrêa como pré-candidata ao Governo do Distrito Federal.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Esta posição, sem prejuízo da tática nacional, deverá ser confirmada ou não pelo Encontro Regional a ser realizado em 10 de abril de 2022.

Votos a favor: 39
Votos contra: 0
Abstenções: 9 

Diretório Regional Partido dos Trabalhadores-DF


Block

Era novembro de 2014. Primeiro fim de semana do mês. Plena campanha da Dilma. Fim de tarde na RPPN Linda Serra dos Topázios, do Jaime Sautchuk, em Cristalina, Goiás. Jaime e eu começamos a conversar sobre a falta que fazia termos acesso a um veículo de informação independente e democrático, mas com lado. Ali mesmo, naquela hora, resolvemos criar o nosso. Um espaço não comercial, de resistência. Um trabalho de militância, tipo voluntário, mas de qualidade, profissional.
Jaime propôs um jornal; eu, uma revista. O nome, Xapuri, eu escolhi (ele queria Bacurau). Dividimos as tarefas. A capa ficou com ele, a linha editorial também. Correr atrás de grana ficou por minha conta. A paleta de cores, depois de larga prosa, ele escolheu (eu queria verde-floresta).
Fizemos a primeira edição da Xapuri lá mesmo, na Reserva, praticamente em uma noite. Já voltei pra Brasília com uma revista montada e com a missão de dar um jeito de diagramar e imprimir.
Nos dias seguintes, o Jaime veio pra Formosa, pra convencer minha irmã Lúcia a revisar a revista, no modo grátis. Daqui, rumamos pra Goiânia, pra convidar o arqueólogo Altair Sales Barbosa para o Conselho Editorial. Altair foi o nosso primeiro conselheiro. Até a doença se agravar, Jaime fez questão de explicar o projeto e convidar, ele mesmo, cada pessoa para o Conselho.
O resto é história. Jaime e eu trilhamos juntos uma linda jornada. Depois da Revista Xapuri veio o site, vieram os e-books, a lojinha virtual (pra ajudar a pagar a conta), os podcasts e as lives, que ele amava. Em 80 meses, Jaime fez questão de decidir, mensalmente, o tema da capa e, quase sempre, escrever ele mesmo a matéria.
Na tarde do dia 14 de julho de 2021, aos 67 anos, depois de longa enfermidade, Jaime partiu para o mundo dos encantados. No dia 9 de julho, quando preparávamos a Xapuri 81, pela primeira vez em sete anos, ele me pediu para cuidar de tudo. Foi uma conversa triste, ele estava agoniado com o agravamento da doença e com a tragédia que o Brasil enfrentava. Não falamos em morte, mas eu sabia que era o fim.
É isso. Agora aqui estou eu, com uma turma fantástica, tocando nosso projeto, na fé, mas às vezes falta grana. Você pode me ajudar a manter o projeto assinando nossa revista, que está cada dia mió, como diria o Jaime. Você também pode contribuir conosco comprando um produto em nossa lojinha solidária (lojaxapuri.info) ou fazendo uma doação via pix: contato@xapuri.info. Gratidão!
Zezé Weiss
Editora

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO