Pesquisar
Close this search box.
eletricidade sem fio

Eletricidade sem fio: Cientistas criam sistema de alta eficiência

Eletricidade sem fio: Cientistas criam sistema de energia de alta eficiência

Nikola Tesla foi um cientista e criador inovador. Dentre suas diversas invenções, ele sonhava em desenvolver uma tecnologia que possibilitasse a humanidade viver com o auxílio de eletricidade gratuita. Com este sonho, o seu objetivo era desenvolver uma maneira de fornecer energia sem a necessidade de fios pendurados, em todo o globo.

O primeiro sistema que era capaz de fazer a transmissão da eletricidade sem fio, o Tesla Coil foi uma das maiores realizações do cientista, que ansiava por melhorar a qualidade de vida do planeta.
Embora não estejamos vivendo no tempo de Nikola Tesla, estamos bem atrasados. Atualmente, os sistemas de transferência em fio que nos possibilitam que a eletricidade sejam transmitidas por meio de distâncias são um tanto quanto limitadas, e só são boas o suficiente para carregar berços para aparelhos telefônicos dentre outros aparelhos. Em outras palavras, a tecnologia atual não se encontra completamente desenvolvida.
Sobre o funcionamento dos sistemas WPT de energia, ela é ainda mais prejudicada, visto que o seu dispositivo deve ser posicionado no topo do bloco de carga. Quando fazemos o deslocamento do gadget para longe da sua almofada de carga, o resultado será o dispositivo parcialmente carregado, ou seja, só é possível conectá-lo na parede. Segundo a tecnologia comercial sem fio, a faixa de carga sem fio limita-se a uma distância máxima de cinco metros. Por outro lado, há cem anos, Tesla conseguiu mais do que tal feito. [ Scitation.org ]
No ano de 1908, Nikola Tesla descreveu seus anseios para a revista Wireless Telegraphy and Telephony: 
eletricidade sem fio
“Assim que for concluído, será possível que um homem de negócios em Nova York dite instruções, e peça que apareça instantaneamente em seu escritório em Londres ou em outro lugar. Ele será capaz de ligar, da sua mesa e falar com qualquer assinante de telefone no globo, sem qualquer alteração do equipamento existente”. 
77F31
Veja: Inventos que provam que Tesla foi um dos maiores gênios de sua era
Experimento simples:

 

Novo sistema de energia

No ano de 2007, uma equipe de cientistas do MIT obteve êxito ao ativar uma lâmpada de 60 watts a uma distância de dois metros para realizar a demonstração da viabilidade dos sistemas WPT, todavia, só conseguiram o feito com uma eficácia de transferência de 45%. Mit.eduMit.edu(.pdf) ]
CEA49870
Cientistas do MIT
Contudo, pesquisadores russos desenvolveram um novo sistema WPT que possibilita uma transferência muito superior. Você sabe o que isso representa?
O sistema tem como base o acoplamento de ressonância. As funcionalidades de acoplamento de ressonância distorcendo duas bolinhas de cobre a repercutir em frequências similares possibilitam a trasnferência da energia entre si.
C41AF1C2
De acordo com os pesquisadores, o novo material conta com um índice de refração superior que admite que o mesmo desacelere ondas eletromagnéticas que viajam por meio deles. Isso por sua vez, permite que o receptor e o transmissor no sistema WPT possuam uma ressonância mais forte, gerando frequências mais próximas daquelas e elevando sua eficácia.
eletricidade sem fio
Tal tecnologia faz com que o sonho de Nikola Tesla em relação ao acesso mundial de eletricidade sem fio gratuita se aproxime. Você está preparado (a) para tal evolução?
Fonte: Site de Curiosidades


Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!

PHOTO 2021 02 03 15 06 15

E-Book A Verdade Vencerá – Luiz Inácio Lula da Silva

Em entrevista aos jornalistas Juca Kfouri e Maria Inês Nassif, Lula expressa sua indignação com o massacre sofrido ante a farsa da Lava Jato. Imperdível!
COMPRE AQUI

Capa Lula a verdade 1
Block

Era novembro de 2014. Primeiro fim de semana. Plena campanha da Dilma. Fim de tarde na RPPN dele, a Linda Serra dos Topázios. Jaime e eu começamos a conversar sobre a falta que fazia termos acesso a um veículo independente e democrático de informação.

Resolvemos fundar o nosso. Um espaço não comercial, de resistência. Mais um trabalho de militância, voluntário, por suposto. Jaime propôs um jornal; eu, uma revista. O nome eu escolhi (ele queria Bacurau). Dividimos as tarefas. A capa ficou com ele, a linha editorial também.

Correr atrás da grana ficou por minha conta. A paleta de cores, depois de larga prosa, Jaime fechou questão – “nossas cores vão ser o vermelho e o amarelo, porque revista tem que ter cor de luta, cor vibrante” (eu queria verde-floresta). Na paz, acabei enfiando um branco.

Fizemos a primeira edição da Xapuri lá mesmo, na Reserva, em uma noite. Optamos por centrar na pauta socioambiental. Nossa primeira capa foi sobre os povos indígenas isolados do Acre: ‘Isolados, Bravos, Livres: Um Brasil Indígena por Conhecer”. Depois de tudo pronto, Jaime inventou de fazer uma outra boneca, “porque toda revista tem que ter número zero”.

Dessa vez finquei pé, ficamos com a capa indígena. Voltei pra Brasília com a boneca praticamente pronta e com a missão de dar um jeito de imprimir. Nos dias seguintes, o Jaime veio pra Formosa, pra convencer minha irmã Lúcia a revisar a revista, “de grátis”. Com a primeira revista impressa, a próxima tarefa foi montar o Conselho Editorial.

Jaime fez questão de visitar, explicar o projeto e convidar pessoalmente cada conselheiro e cada conselheira (até a doença agravar, nos seus últimos meses de vida, nunca abriu mão dessa tarefa). Daqui rumamos pra Goiânia, para convidar o arqueólogo Altair Sales Barbosa, nosso primeiro conselheiro. “O mais sabido de nóis,” segundo o Jaime.

Trilhamos uma linda jornada. Em 80 meses, Jaime fez questão de decidir, mensalmente, o tema da capa e, quase sempre, escrever ele mesmo. Às vezes, ligava pra falar da ótima ideia que teve, às vezes sumia e, no dia certo, lá vinha o texto pronto, impecável.

Na sexta-feira, 9 de julho, quando preparávamos a Xapuri 81, pela primeira vez em sete anos, ele me pediu para cuidar de tudo. Foi uma conversa triste, ele estava agoniado com os rumos da doença e com a tragédia que o Brasil enfrentava. Não falamos em morte, mas eu sabia que era o fim.

Hoje, cá estamos nós, sem as capas do Jaime, sem as pautas do Jaime, sem o linguajar do Jaime, sem o jaimês da Xapuri, mas na labuta, firmes na resistência. Mês sim, mês sim de novo, como você sonhava, Jaiminho, carcamos porva e, enfim, chegamos à nossa edição número 100. E, depois da Xapuri 100, como era desejo seu, a gente segue esperneando.

Fica tranquilo, camarada, que por aqui tá tudo direitim.

Zezé Weiss

P.S. Você que nos lê pode fortalecer nossa Revista fazendo uma assinatura: www.xapuri.info/assine ou doando qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Gratidão!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Parcerias

Ads2_parceiros_CNTE
Ads2_parceiros_Bancários
Ads2_parceiros_Sertão_Cerratense
Ads2_parceiros_Brasil_Popular
Ads2_parceiros_Entorno_Sul
Ads2_parceiros_Sinpro
Ads2_parceiros_Fenae
Ads2_parceiros_Inst.Altair
Ads2_parceiros_Fetec
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow

REVISTA

REVISTA 115
REVISTA 114
REVISTA 113
REVISTA 112
REVISTA 111
REVISTA 110
REVISTA 109
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow

CONTATO

logo xapuri

posts recentes