Pesquisar
Close this search box.

DESFILE DA SALGUEIRO TERÁ COMO TEMA ENREDO O POVO YANOMAMI

DESFILE DA SALGUEIRO TERÁ COMO TEMA ENREDO O POVO YANOMAMI

“Você diz lembrar do povo Yanomami em dezenove de abril/ Mas nem sabe o meu nome e sorriu da minha fome/ Quando o medo me partiu” canta um trecho da música da escola, que desfilará neste domingo (11), no Rio de Janeiro. 

Por Maria Letícia L.

Inspirada na obra de Davi Kopenawa, a Escola de Samba ‘Salgueiro’ desfila neste domingo (11), no Rio de Janeiro, e trará como principal enredo o povo Yanomami. A letra do samba-enredo exalta a cultura ancestral desse povo indígena e também enfatiza o sofrimento que o povo Yanomami vem enfrentado.

Intitulado “Hutukara”, que traduzido para a língua yanomami significa “o céu original de onde se formou a terra”, a canção explora as mitologias, costumes e vida dos Yanomami, destacando ainda a crucial importância da preservação da Amazônia. Além disso, o samba-enredo foi concebido por Igor Ricardo em parceria com o carnavalesco da Salgueiro, Edson Pereira, e contou com a colaboração do líder indígena e escritor Davi Kopenawa, além de Marcos Wesley, do Instituto Socioambiental (ISA).

“A queda do céu” (Companhia das Letras, 2010), escrito por Davi Kopenawa, em colaboração com o antropólogo francês Bruce Albert, foi a principal base e uma das fontes fundamentais para a criação do enredo pelo Edson Pereira.

Eles compraram o meu livro e leram tudo sobre a minha história, desde quando eu era menino até o primeiro contato com os invasores que chegaram na minha comunidade. Esse livro conta a história do meu povo e o Salgueiro achou muito bonito mesmo, eles acham que é um pensamento diferente”, contou a liderança Davi Kopenawa em entrevista coletada pela Amazônia Real.

No refrão do samba-enredo é entoado: “Ya temi xoa, aê, êa! Ya temi xoa, aê, êa!”; “eu ainda estou vivo” na língua Yanomami, o que destaca de forma grandiosa a força e sabedoria do povo Yanomami. A canção é de arrepiar pele, de fazer chorar e pensar. É com certeza uma exaltação honrosa e digna. 

Os desfiles serão exibidos pela TV Globo e também estarão disponíveis ao vivo no Globoplay, confira a letra do samba de enredo e acompanhe a folia:

“É HUTUKARA! O chão de Omama
O breu e a chama, Deus da criação
Xamã no transe de yakoana
Evoca Xapiri, a missão…

HUTUKARA, ê! Sonho e insônia
Grita a Amazônia, antes que desabe
Caço de tacape, danço o ritual
Tenho o sangue que semeia a nação original
Eu aprendi português, a língua do opressor
Pra te provar que meu penar também é sua dor
Falar de amor enquanto a mata chora, (bis)
É luta sem Flecha, da boca pra fora!

Tirania na bateia, militando por quinhão,
E teu povo na plateia, vendo a própria extinção
“Yoasi” que se julga: “família de bem”, (bis)
Ouça agora a verdade que não lhe convém:

Você diz lembrar do povo Yanomami em dezenove de abril,
Mas nem sabe o meu nome e sorriu da minha fome,
Quando o medo me partiu
Você quer me ouvir cantar em Yanomami pra postar no seu perfil
Entre aspas e negrito, o meu choro, o meu grito, nem a pau Brasil!
Antes da sua bandeira, meu vermelho deu o tom
Somos parte de quem parte, feito Bruno e Dom
Kopenawas pela terra, nessa guerra sem um cesso,
Não queremos sua “ordem”, nem o seu “progresso”

Napê, nossa luta é sobreviver!
Napê, não vamos nos render!
YA TEMI XOA! aê, êa! (bis)
Meu Salgueiro é a flecha
Pelo povo da floresta
Pois a chance que nos resta
É um Brasil cocar!”

 
0 0 votos
Avaliação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários

Parcerias

Ads2_parceiros_CNTE
Ads2_parceiros_Bancários
Ads2_parceiros_Sertão_Cerratense
Ads2_parceiros_Brasil_Popular
Ads2_parceiros_Entorno_Sul
Ads2_parceiros_Sinpro
Ads2_parceiros_Fenae
Ads2_parceiros_Inst.Altair
Ads2_parceiros_Fetec
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow

REVISTA

REVISTA 112
REVISTA 109
REVISTA 110
REVISTA 111
REVISTA 108
REVISTA 107
REVISTA 106
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow

CONTATO

logo xapuri

posts recentes