Pesquisar
Close this search box.

Pedro Ramos: Um vida em defesa da Humanidade

Pedro Ramos: Um vida em defesa da Humanidade
 
Pedro Ramos foi, para mim, muito mais do que um amigo, foi um orientador, um companheiro da luta.  Tenho muito orgulho de ter convivido com esse ser humano que, com sua linda história,  ele tem uma linda história que serve de exemplo para brasileiros e brasileiras. 
 
Por Edel Moraes
 
Foi o Pedro Ramos quem me me entregou a missão de participar da comissão que discutia as temáticas de REDD+ e de Povos e comunidades Tradicionais, e preparava a Lei 6040, que define os PCTS.  Assim, também parar na elaboração da Lei  13.123, de Acesso ao Patrimônio Genético e Conhecimentos Tradicionais Associados, bases essas que, não tenho dúvidas, me qualificaram e me trouxeram à Secretaria de Povos e Comunidades Tradicionais e Desenvolvimento Rural Sustentável, cargo que hoje ocupo com muita responsabilidade e compromisso, como sempre me ensinou meu Mestre Pedro Ramos. 
 
Lembro-me de uma de nossas primeiras conversas. Eu disse: Senhor Pedro Ramos… E ele, rápido, me respondeu de forma brincalhona: “Senhor é do céu, me chame só de Pedro, mesmo.” Eu, claro tinha dificuldade em tratá-lo assim, não só pela diferença de idade, mas pelo conhecimento e história que ele tinha. Mas lá estava eu, discutindo REDD+ com o Pedro e com o Rubão (Rubens Gomes), que também já ancestralizou, e os dois entusiasmados com a presença de uma “jovem mulher” no debate. Tempos depois daquela primeira conversa, fui indicada pelo CNS (Conselho Nacional das Populações Extrativistas).
 
Meu amigo Pedro era sábio e falante. Vivia contando suas histórias de luta em defesa da floresta; sem mágoas, mas com clareza política, falava de seu longo exílio  na Guiana Francesa, na época da Ditadura Militar; e se entusiasmava ao dizer que tentou e levou tecnologias de geração de energia para os mais distantes rincões da Amazônia. Foi ele quem me levou para o Encontro sobre Biodiversidade e Comunidades Tradicionais, do qual participou ativamente. Enquanto teve saúde, mesmo com idade avançada, Pedro Ramos era figura presente em todas as reuniões do CNS. 
 
Despeço-me, com gratidão, de Pedro Ramos de Sousa, doutor nativo da floresta, sábio da natureza, guerreiro de seu tempo, inspiração para as gerações do tempo presente, bússola do nosso caminhar nos tempos futuros. Obrigada, Pedro, por seu meu amigo, por ter me orientado na jornada, obrigada pelo Encontro. 
 
Pedro Ramos:  PRESENTE!
Na floresta tem gente!
 
Edel Moraes -Amiga de Pedro Ramos.
0 0 votos
Avaliação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários

Parcerias

Ads2_parceiros_CNTE
Ads2_parceiros_Bancários
Ads2_parceiros_Sertão_Cerratense
Ads2_parceiros_Brasil_Popular
Ads2_parceiros_Entorno_Sul
Ads2_parceiros_Sinpro
Ads2_parceiros_Fenae
Ads2_parceiros_Inst.Altair
Ads2_parceiros_Fetec
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow

REVISTA

REVISTA 114
REVISTA 113
REVISTA 112
REVISTA 111
REVISTA 110
REVISTA 109
REVISTA 108
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow

CONTATO

logo xapuri

posts recentes

×