Pesquisar
Close this search box.

Picadas de Abelhas: 5 dicas importantes para aliviar a dor

Picadas de Abelhas: 5 dicas importantes para aliviar a dor

As picadas de abelha, vespa ou marimbondo podem causar dor intensa, vermelhidão ou inchaço mas, exceto para as pessoas que possuem alergia ao veneno das abelhas, ou que são picadas por muitas abelhas ao mesmo tempo, o que não é frequente (nesse caso é preciso consultar um médico imediatamente), a dor normalmente desaparece por completo em algumas horas, e pode ser tratada em casa, com cuidados básicos e remédios caseiros:

1. Remova o ferrão com a ajuda de uma pinça ou agulha;

2. Lave a região afetada com água fria e sabão;

3. Aplique uma pedrinha de gelo enrolada em papel de cozinha para reduzir o inchaço e aliviar

a dor;

4. Caso a dor ou o inchaço permaneça, passe uma pomada para picada de inseto, ou aplique

um pouco de óleo essencial (diluído em azeite de oliva, para diminuir a concentração) como

o de e de lavanda, aloe vera (babosa) ou mel, porque esses remédios caseiros têm reconhecidas

propriedades antissépticas, antibacterianas e antifungais.

5. Em alguns casos, as pessoas também aplicam pasta de dente, usada de forma comum para

pequenas queimaduras. Mas cuidado, algumas peles mais sensíveis podem reagir de forma

adversa, então ao primeiro sinal de irritação, lave a ferida com água e sabão!

QUANDO IR PARA O PRONTO-SOCORRO

Normalmente, as picadas de abelha incomodam muito, mas não são prejudiciais para a maioria das pessoas. Entretanto, se a vítima for alérgica, uma picada pode ser fatal, se a pessoa não for atendida por médicos imediatamente. Os sinais e sintomas que indicam uma reação alérgica exagerada à picada de uma abelha são:

Aumento da vermelhidão, coceira e inchaço no local da picada;

Dificuldade para respirar e para engolir a saliva;

Inchaço do rosto, boca ou garganta;

Sensação de desmaio ou tonturas.

Caso esses sintomas sejam identificados, deve-se chamar uma ambulância ou levar a pessoa de carro para o pronto-socorro mais próximo, imediatamente!

Fonte:  Tua Saúde  Com edições de Eduardo Pereira

===========================================================================

Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!

PHOTO 2021 02 03 15 06 15


Revista Xapuri

Mais do que uma Revista, um espaço de Resistência. Há seis anos, faça chuva ou faça sol, esperneando daqui, esperneando dacolá, todo santo mês nossa Revista Xapuri  leva informação e esperança para milhares de pessoas no Brasil inteiro. Agora, nesses tempos bicudos de pandemia, precisamos contar com você que nos lê, para seguir imprimindo a Revista Xapuri. VOCÊ PODE NOS AJUDAR COM UMA ASSINATURA? 

ASSINE AQUI

BFD105E7 B725 4DC3 BCAD AE0BDBA42C79 1 201 a

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Parcerias

Ads2_parceiros_CNTE
Ads2_parceiros_Bancários
Ads2_parceiros_Sertão_Cerratense
Ads2_parceiros_Brasil_Popular
Ads2_parceiros_Entorno_Sul
Ads2_parceiros_Sinpro
Ads2_parceiros_Fenae
Ads2_parceiros_Inst.Altair
Ads2_parceiros_Fetec
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow

REVISTA

REVISTA 115
REVISTA 114
REVISTA 113
REVISTA 112
REVISTA 111
REVISTA 110
REVISTA 109
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow

CONTATO

logo xapuri

posts recentes