NÓS, MULHERES, VOLTAMOS

NÓS, MULHERES, VOLTAMOS

Por Cida Gonçalves

“Seu comando será como de uma capitã,

nos guiando contra o machismo e a misoginia.”

Janja Lula

Pela primeira vez, teremos uma área no governo dedicada às mulheres com a nomenclatura de Ministério (…) Agradeço às mulheres, que são 52% neste país, e que foram as grandes responsáveis pela eleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e por encerrar um governo machista, patriarcal, misógino, racista e homofóbico (…).

No governo anterior, passou a ser chamado de Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Foi uma usurpação, pois não cuidou das mulheres, das famílias nem dos direitos humanos. Muito pelo contrário. A destruição dos direitos das mulheres no último governo não foi um acaso, mas um projeto. Um projeto político de invisibilização e sujeição da mulher (…).

As mulheres são a maioria da população brasileira e do eleitorado, no entanto, ainda estão sub-representadas nos espaços de poder. A Câmara, apesar do maior número de deputadas eleitas neste pleito, tem somente 17,7% de mulheres.

No Senado, as mulheres também são cerca de 17%. A violência política de gênero interdita o avanço das mulheres na ocupação desses espaços, e a desigualdade não se limita aos cargos eletivos. Entre os servidores públicos ativos, as mulheres são cerca de 40%, mas, nos cargos de direção e chefia (DAS 5 e 6), não chegam a 26%.

A família, no singular, apaga a diversidade brasileira e a centralidade da mulher enquanto foco da elaboração e implementação das políticas. Há famílias, plurais e no plural. Este é um ministério que as reconhece e acolhe (…).

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Este será o Ministério de todas as mulheres. As que votaram e as que não votaram conosco. E das diversas mulheres que compõem a nossa sociedade. Negras, brancas, indígenas, LGBTQIA+, as do campo, da cidade e das águas. Será um Ministério de todas, e com um norte muito definido. Faremos a defesa radical da garantia dos direitos das mulheres.

Cida Gonçalves – Publicitária, feminista, consultora em políticas públicas de gênero, Ministra das Mulheres. Excertos do seu discurso  na cerimônia de posse como Ministra de Estado, em 3 de janeiro de 2023,  editado por limitações de espaço. Confira o texto na íntegra em: https://www.gov.br/