Pesquisar
Close this search box.

Flores podem substituir agrotóxicos nas plantações

Flores podem substituir agrotóxicos nas plantações

Técnica antiga de controle biológico usa flores para atrair insetos que se alimentam de pragas…

Por Natasha Olsen/via Ciclo Vivo 

O uso indiscriminado de agrotóxicos é um grave problema ambiental e de saúde pública. Infelizmente, no Brasil cada vez mais sustâncias são liberadas na agricultura, trazendo grandes riscos para a natureza e para as pessoas.

A boa notícia é que existem outros métodos para se controlar pragas que atacam as plantações, como os pulgões. O método biológico de controle de pragas usa predadores naturais destas pragas como ferramenta de proteção às culturas, sem o uso de venenos. Entre os insetos que comem os pulgões estão as vespas e as joaninhas.

O que muitos agricultores faziam no passado, e estão voltando a fazer agora, é plantar flores silvestres no entorno das plantações, atraindo estes predadores naturais das pragas para a área de cultivo. Com a ajuda destes insetos, as plantações ficam livres de pulgões – e a paisagem ganha muitas cores.

Riscos insustentáveis

O uso de pesticidas têm impactos negativos no meio ambiente, poluindo a água, o solo e o ar. Além disso, os agrotóxicos são responsáveis pela morte de abelhas, espécie polinizadora fundamental para a manutenção do ecossistema e também para a reprodução de plantas alimentícias, por exemplo.

As substâncias encontradas nos pesticidas são também uma grave ameaça a saúde das pessoas que trabalham na agricultura e de quem consome produtos cultivados com agrotóxicos. Muitas dessas substâncias são consideradas cancerígenas e, apesar de serem proibidas em diversos países do mundo, são liberadas no Brasil.

É importante lembrar que com o uso contínuo de agrotóxicos, as pragas aumentam sua capacidade de resistir a estas substâncias. Portanto é fundamental encontrar alternativas mais sustentáveis, que não ofereçam tantos riscos e que combatam as pragas de maneira mais natural.

Flores e controle biológico

Plantar flores em torno das plantações é uma prática antiga de controle biológico. Entre os insetos atraídos pelas flores estão as vespas que se alimentam de pulgões e de larvas de pulgões. Além das flores, são plantadas ervas que também atraem os insetos predadores de pragas.

No entanto, o método não elimina completamente a presença de algumas pragas, contribui para a sua diminuição. Além dos corredores de flores, existem outras técnicas e recursos que podem ser usados para o controle de pragas sem o uso de veneno, como a calda bordalesa, métodos agroecológicos, agroflorestais e  “inseticidas” naturais

 


Natasha Olsen

Apaixonada pelo mar e pelo mato (apesar da relação difícil com insetos). Jornalista, com especialização em Comunicação Corporativa, descobriu na Sustentabilidade seu propósito. Estuda Gestão Ambiental e procura descobrir diariamente como nossas escolhas podem construir um mundo melhor para todos.
 
 
Slide 1

HORA DE VESTIR A CAMISA DO LULA

CONTRIBUA COM A REVISTA XAPURI
PIX: contato@xapuri.info

0 0 votos
Avaliação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários

Parcerias

Ads2_parceiros_CNTE
Ads2_parceiros_Bancários
Ads2_parceiros_Sertão_Cerratense
Ads2_parceiros_Brasil_Popular
Ads2_parceiros_Entorno_Sul
Ads2_parceiros_Sinpro
Ads2_parceiros_Fenae
Ads2_parceiros_Inst.Altair
Ads2_parceiros_Fetec
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow

REVISTA

REVISTA 112
REVISTA 109
REVISTA 110
REVISTA 111
REVISTA 108
REVISTA 107
REVISTA 106
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow

CONTATO

logo xapuri

posts recentes